Fale Conosco

(61) 9.8144-9935 / 9.9135-5544

Envie-nos uma mensagem

rachel.formiga@gmail.com

Faça-nos uma visita

SRTVN Edifício Radio Center Sala 4006 - Asa Norte Cep - 70.719-900 Brasilia DF

Sobre a empresa

CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE A SINAL VITAL MONITORAMENTO

SOLICITE UM ORÇAMENTO

SEU CONTATO É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.  CLIQUE AQUI E SOLICITE UM ORÇAMENTO
 

Horário de funcionamento

Segunda a Sexta: 08:00hs às 18:00hs

Sábados: 09:00hs à 12:00hs

Sobre a Sinal Vital  Monitoramento

O mercado de Monitoramento de Emergência Pessoal existe a cerca de 30 anos nos Estados Unidos e Europa.

Surgiu graças ao crescimento exponencial da expectativa de vida da população que foi se tornando cada vez mais idosa. Aliado a uma baixa taxa de natalidade, os segmentos destinados a terceira idade foi se multiplicando, visto que este crescimento populacional estava se estabilizando. Entre estas novas oportunidades de negócio, o mercado originalmente conhecido como Medical Alert (alerta médico) ganhou espaço, pois a população idosa apresentou diversas necessidades relacionadas ao cuidado pessoal que não estavam sendo supridas com os produtos e serviços que eram disponibilizados.

Nossos produtos

O Usuário aciona o botão de emergência. O aparelho envia um sinal para a nossa central.

Nossa central de monitoramento recebe o alarme e imediatamente entra em contato com o usuário.

Após identificar a emergência, nossa equipe aciona o vizinho, familiar, serviço médico ou quem puder assistir de acordo com a ficha do usuário.

SENSOR DE QUEDA

Este sensor do projetado para detectar uma queda e reportar a emergência sem a necessidade de uma ação por parte do usuário

Esse sistema oferece uma forma de gerenciar o risco de quedas 24horas por dia, assegurando que o problema do usuário seja resolvido em tempo hábil e de forma adequada. Se em 10 segundos após a queda não for identificado nenhum movimento brusco, uma alerta de inatividade será disparado e o console fará uma chamada para a centra de monitoramento. Além disso, o sensor de queda também possui um botão de emergência que pode ser acionado pelo usuário quando necessitar.

Alcance: 433MHz até 130 metros em espaço aberto. 868.35Mhz a 869.2375MHz a mais de 160 metros em espaço aberto.

Bateria: Lithium 3V VR2477, com duração de 2 anos ou mais(*).

Umidade: até 90% sem condensação.

Dimensões: 58.6 x 42 x 19 mm
(*) Cálculo baseado na média de uma ativação por dia.

É o menor e mais delicado sensor de queda do mercado. Resistente à água [PI-45] Detecção de bateria baixa Formato de  pingente.

Botão de emergência

Esse transmissor fica junto ao usuário, que pode escolher utilizar no formato de pulseira ou pingente.

Transmissor em formato pingente ou pulseira, alimentado por bateria de longa duração (em média dois anos) e resistente à água. Pressionando o botão, o transmissor envia um sinal digital sem fio codificado para o console que aciona a chamada de emergência. Além disso, este transmissor também pode atender chamadas telefônicas geradas a partir da linha em que o console está conectado.

  • Atendimento imediato em caso de emergência
  • Segurança e tranquilidade para estar sozinho em casa
  • Tranquilidade para os familiares e amigos
  • Recuperação segura em sua própria residência
  • Redução de riscos à saúde devido a internações prolongada

É ideal para idosos que moram sozinhos e que não querem perder a liberdade. No caso de qualquer emergência, é só apertar o botão do transmissor. Um sinal de RF é enviado para a base instalada no telefone da residência. Assim que recebe o sinal a base automaticamente liga para a Central da SINAL VITAL, que toma todas as providências necessárias – desde a comunicação com familiares e amigos até o envio de uma ambulância se necessário.

A quem se destina?

O monitoramento de emergência pessoal da Sinal Vital é um sistema destinado a pessoas que moram sozinhas e podem passar por situações de emergência. Por exemplo: idosos, pessoas com dificuldade de locomoção, necessidades especiais ou gestantes de risco.

  • A frequência de quedas é maior em mulheres;
  • 70% das quedas em idosos ocorrem dentro de casa;
  • No Brasil cerca de 30% dos idosos caem pelo menos uma vez no ano;
  • Fraturas decorrentes das quedas aumenta com a idade e podem chegar a 51% em idosos acima de 85 anos.

Informações